Assisti - Capitão América 2: O Soldado Invernal

segunda-feira, 14 de abril de 2014
Dois anos após os acontecimentos em Nova York (Os Vingadores - The Avengers), Steve Rogers continua seu dedicado trabalho com a agência S.H.I.E.L.D. e também segue tentando se acostumar com o fato de que foi descongelado e acordou décadas depois de seu tempo. Em parceria com Natasha Romanoff, também conhecida como Viúva Negra, ele é obrigado a enfrentar um poderoso e misterioso inimigo chamado Soldado Invernal, que visita Washington e abala o dia a dia da S.H.I.E.L.D., ainda liderada por Nick Fury.

Título Original: Captain America: The Winter Soldier

Roteiro: Christopher Markus; Stephen McFeely

Direção: Anthony Russo; Joe Russo

Duração: 135 min.

Elenco: Chris Evans; Scarlett Johansson; Sebastian Stan; Emily VanCamp; Anthony Mackie; Frank Grillo; Samuel L. Jackson





Depois de assistir Capitão América ontem, senti uma vontade enorme de escrever um post dizendo o que achei do filme. E então cheguei à conclusão de que podia fazer dessa, uma coluna aqui do blog, uma vez que há muito tempo já penso em fazer isso. Não sou crítico de cinema, e minha intenção aqui é só expressar o que sinto assistindo aos filmes, então, essa e todas as outras, serão apenas opiniões de um simples expectador que os viu e quer comentar sobre. Estejam avisados.

Depois de meu coração quase parar várias vezes durante os 135 minutos de filme, sinceramente não sei por onde começar. Eu nunca acompanhei os quadrinhos, e o vi pela primeira vez em um episódio do desenho X-Men, onde nem me interessei tanto, mas foi graças ao primeiro filme estrelado por Chris Evans, que toda minha atenção voltou-se para o Capitão América. Assisti o primeiro filme, e também vi muita gente dizendo que não gostou, mas eu gostei, é um dos meus preferidos já lançados pela Marvel. Por isso, quando Steve acorda nos dias atuais no fim do primeiro filme, nem preciso dizer que fiquei louco para saber como seria sua adaptação, não é?

Tive um pequeno vislumbre de como seria em Os Vingadores, mas é neste filme que é mostrado como as coisas realmente estão acontecendo. Steve se sente meio deslocado, é muita novidade para ele assimilar, e mesmo assim ele consegue fazer isso muito bem, ele tem até uma cadernetinha onde anota tudo que precisa conhecer, e essa é uma das partes mais engraçadas do filme, quem assistiu sabe que tem muitas preciosidades ali, rs. Ainda falando sobre a adaptação de Steve, foi muito legal ver alguns personagens do primeiro filme, como a Peggy, antigo interesse amoroso do nosso protagonista, e que está velhinha, mas viva.

Mas o que realmente rouba a cena, e não poderia ser diferente, são as cenas de ação, que são cheias de lutas – Viúva Negra/Natasha Romanoff dá um show como sempre <3 – com acrobacias de tirar o fôlego, muitas explosões, e tiros, mas em se tratando da SHIELD não poderia ser diferente. Logo nos primeiros dez minutos nós temos Capitão e Viúva Negra em uma invasão a um navio em alto mar, e a partir daí, é quase impossível de segurar o fôlego, inclusive quando uma carro com um certo alguém explode, e mesmo que eu tivesse visto o trailer, não estava preparado para aquilo. Os efeitos especiais neste filme estão simplesmente divinos.

Mas não se preocupem o filme não é apenas ação, como qualquer filme da Marvel, entre essas cenas, o expectador pode recuperar o fôlego – ou perder de vez – conhecendo alguns novos personagens – Emily, você estava DIVA – ou fazendo as descobertas sombrias que a própria SHIELD faz sobre seu pessoal, quem assiste a série de TV, e viu o episódio 1x17, sabe do que estou falando. Há um novo inimigo, e o Soldado Invernal – que aiminhanossasenhora, como viver depois dele? – é apenas o início de algo maior e bem mais mortal. Somos apresentados a uma trama, dentro de outra, um inimigo entrelaçado de forma mortal no enredo, mas que não fica confuso e só deixa um grande gostinho de quero mais.

E o que falar da interpretação dos atores? Isso é bem dispensável, uma vez que um filme com grandes nomes no elenco dispensa qualquer tipo de comentários. Amei ainda mais o Steve e todos os novos personagens inseridos, como o Soldado Invernal – que é aquele vilão que se torna impossível odiar –, o Gavião e principalmente, A agente Carter, MEU DEUS, como eu queria que a Emily tivesse o papel um pouquinho maior nesse filme.

Antes de encerrar, eu tenho de dizer que eu AMEI, os tênis que a Natasha e o Steve usam quando estão fugindo. Sim gente, eu reparei nisso, e minha companheira de filme também notou, e estamos maluquinhos para tê-los, por favor produção, mandem pra gente <3. E por último, O QUE FOI AQUELA CENA PÓS-CRÉDITOS? Quando achei que o filme não poderia me deixar ainda mais louco, vem essa cena e me faz surtar para que lancem logo Os Vingadores 2 e também Capitão América 3.

É isso pessoal, espero que vocês tenham gostado. Eu poderia dizer muito mais, só que o post ficaria extenso, então paro por aqui. Abração e até a próxima.






2 comentários

  1. Eu ainda não assisti o primeiro mas vi The Avengers no cinema e adorei, quero muito assistir esse :B
    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Betânia,
      The Avengers é demais, não me canso de assistir, assim como Capitão América 1, e assim que eu puder ter este aqui em casa, vou assistir várias e várias vezes, hahaha.

      Elder Koldney

      Excluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.