Eu Li – Enfeitiçadas

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014
Antes do alvorecer do século XX, um trio de irmãs chegará a idade adulta, todas bruxas. Uma delas terá o dom da magia mental e será a bruxa mais poderosa a nascer em muitos séculos: ela terá poder suficiente para mudar o rumo da história, para suscitar o ressurgimento do poder das bruxas ou um segundo Terror. Quando Cate descobre esta profecia no diário de sua mãe, morta há poucos anos, entende que precisa repensar seus planos. Qual será a melhor opção: servir a Irmandade, longe dos olhos vigilantes dos Irmãos Caçadores de Bruxas, aceitar uma proposta de casamento que lhe garanta proteção e segurança ou abandonar tudo e viver um grande amor proibido?

Prepare-se para se encantar com os jovens pretendentes de Cate, abominar o ódio e a repulsa que os Irmãos dedicam a meninas e mulheres, e aguardar ansiosamente pela sequência de As Crônicas das Irmãs Bruxas.

 Autora: Jessica Spotswood
 Título Original: Born Wicked
 Série: As Crônicas das Irmãs Bruxas #1
 Editora: Arqueiro
 Capa: Elizabeth Wood/Miriam Lerner
 Tradutor(a): Ana Ban
 Editor: -
 ISBN: 978-85-8041-230-7
 Páginas: 272
 Skoob

Eu gostaria que a Mãe estivesse aqui. Preciso dela. Não só para nos dizer como manter a magia em segredo do Pai, dos irmãos, da governanta e de todos os vizinhos, mas para nos ensinar como ser bruxas e damas e a crescer sem perder as nossas melhores e mais verdadeiras partes.

Capítulo 2; Página 23.


Cate Cahill é uma moça de 16 anos, e mora em Chatham com suas duas irmãs e seu pai. Sua mãe morrera recentemente, e incumbiu a moça de cuidar de Maura e Tess. Só que esta não é uma tarefa fácil, uma vez que todas as três são bruxas e tem de guardar esse segredo, porque nem mesmo o pai das três tem conhecimento disso. Se alguém ao menos suspeitar, coisas terríveis podem acontecer a elas, porque não há nada que os Irmãos odeiem mais que as bruxas e magia.

Pra piorar a situação, Cate descobre uma antiga profecia sobre três irmãs, que vai deixá-la em pânico. Em breve ela também terá de declarar sua intenção: se casar ou entrar para a Irmandade, e qualquer uma dessas escolhas parece que vai afastá-las de Maura e Tess. Qual decisão Cate deve tomar? Em quem ela pode confiar? Ela conseguirá cuidar das irmãs como prometeu à sua mãe, mesmo quando a profecia parece ir contra essa promessa?

Desde que soube que este livro seria lançado no Brasil, fiquei em uma espera angustiante, contando os dias para poder lê-lo. Adoro livros que contam histórias de bruxas, então, podem imaginar como minhas expectativas eram altas em relação à obra.

A narrativa da autora me conquistou de início, é ao mesmo tempo densa e sutil, algo que só experimentei poucas vezes. Ela nos apresenta um ambiente familiar cheio de segredos, com personagens de personalidades fortes e que cativou meu interessem em cada página. E como o livro se passa no final do século XIX, todo o ambiente de época me fez ficar ainda mais alvoroçado para devorar cada página. Cada elemento, como roupas, a cidade e a sociedade da época são retratados com maestria.

É uma época onde as mulheres tinham de ser submissas, não deveriam estudar e ser apenas o que o marido quisesse. E é aí que a protagonista não se encaixa, ela é forte, decidida, e tem duas irmãs que se igualam no quesito personalidade. No decorrer da história, a autora nos apresenta várias surpresas quanto às outras personagens, o que me deixou ainda mais contente com a leitura.

É apresentado também um triângulo amoroso muito interessante, com dois personagens que vão arrebatar o coração de muita gente, mas olha, tenho certeza de que em pouco tempo, a maioria vai cair de amores por Finn, um homem inteligente e que cativa não somente a Cate. Durante a leitura eu sempre almejava mais cenas com esses dois.

O que mais me surpreendeu foi a forma como a magia foi colocada na história. Não era o que eu esperava, é sutil, bem elaborado e só me fez gostar ainda mais de tudo. O final é simplesmente surtante, quando você acha que tudo se encaixou, vem algo e muda tudo, e isso me fez querer ter a continuação em mãos imediatamente. Só espero que não demorem a lançá-la.

Enfeitiçadas entra sem dúvida para a minha lista de livros favoritos. É romântico, inteligente e surpreendente. Por trás de tudo, aborda temas interessantes como a liberdade da mulher. Me fez rir, ficar apreensivo e querer matar alguns personagens, me levou com certeza ao extremo de amor e ódio.




1 Comentário

  1. Opaaaa :]

    Também me encanto fácil com qualquer estória que envolva bruxas, aliado ao fato de ser quase um romance histórico, eu caí de amores. Os detalhes da época e o triângulo amoroso são muito, muito, muito excitantes. O desfecho deixa qualquer um doido HAHAHAAH

    Não sei como alguém pode não ter gostado de Enfeitiçadas.

    Abração!
    http://www.ohmydogestolcombigods.com/

    ResponderExcluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.