Eu Li – Private: Suspeito N° 1

terça-feira, 6 de agosto de 2013

A melhor agência de investigações do mundo enfrenta uma grande crise. Jack Morgan é dono da Private, uma renomada agência de investigações que tem entre seus clientes algumas das pessoas mais ricas e poderosas do mundo. Ao voltar para casa de uma viagem de negócios, ele encontra a ex-namorada morta em sua cama, com um tiro à queima-roupa. Para a polícia, Jack é o principal suspeito.

A equipe de investigadores, técnicos e cientistas da Private, também está às voltas com o caso de um jovem astro de cinema, acusado de estuprar uma menor de idade. Ao mesmo tempo é acionada pela dona de uma rede de hotéis para investigar um misterioso assassinato em um de seus estabelecimentos. Além disso, um mafioso de Los Angeles precisa de ajuda e decide que é hora de cobrar um favor de Jack.

Depois que Jack é preso, ­fica ainda mais difícil provar sua inocência e logo vários clientes começam a desistir dos serviços da agência. Para evitar a ruína total, Jack precisa enfrentar um inimigo que parece conhecê-lo melhor do que ninguém. E o perigo pode estar mais perto do que ele imagina.


Autores: James Patterson e Maxine Paetro
Título Original: Private #1 Suspect (#2)
Série: Jack Morgan
Editora: Arqueiro
Páginas: 224
Skoob

Fiquei em pé debaixo da água quente pelo máximo de tempo que pude agüentar, depois fui até o quarto e acionei o interruptor que acendia as luzes de cada lado da cama.

Passei vários instantes petrificado na soleira da porta. Não conseguia entender o que estava vendo. Aquilo n ao fazia sentido. Como era possível Colleen estar deitada na minha cama? O suéter dela estava empapado de sangue.

Capítulo 1; Página 15;


Quando Jack chega em casa depois de uma viagem, o que encontra é sua ex-namorada e ex-assistente morta em sua cama. Depois de recuperar-se minimamente do choque inicial, e verificar a segurança, ele se dá conta de que o disco rígido com as imagens das câmeras sumiu. As primeiras pessoas que ele chama, são seus investigadores da Private (Justine, Dr, Sci e Mo-bot), e só então, a policia. Jack é considerado o único suspeito do crime, e para piorar, Tandy (um antigo e invejoso desafeto) é quem cuidará do caso.

Em meio a tentativa de se inocentar, Jack tem outros casos que precisam de sua atenção. Alguém anda matando homens nos hotéis de Amelia Poole, o que é péssimo para seu negócio. Danny, um jovem astro de cinema está sendo acusado de estuprar uma menor, o que pode atrapalhar muito sua carreira. E, é neste momento, que Noccia, um grande bandido, com quem Jack fez um acordo certa vez, está cobrando um favor.

A equipe da Privete está correndo contra o tempo. Os indícios estão cada vez mais próximos a Jack, e por conta disso, vários dos melhores clientes estão saindo, e infelizmente, esse pode ser o fim da agência de investigações mais famosa do mundo.

E então, a Arqueiro lança mais um livro da série Private, e como esta é a minha série de detetives preferida, eu não perdi tempo. O que me faz gostar tanto, é principalmente, a capacidade que os autores tem de criar histórias investigativas que não sejam densas, e com toques de humor e ironia à medida certa. São livros pra ler em uma só sentada e que sempre me faz ficar afoito para o desenrolar das coisas.

Isso é possível graças ao bom entrosamento de ambos os autores. É claro que nós sabemos como funciona a interação entre Patterson e seus co-autores (ele escreve um resumão, e os co-autores dão continuidade), então, o que quero dizer é que com Paetro, tudo acontece da forma mais deliciosa possível. Não sei se sou apenas eu, mas sempre consegui sentir a linha de escrita dos dois. Paetro parece estar sempre perfeitamente conectada ao que Patterson pensou para a história. Uma narrativa direta, em perfeita sincronia com a detalhista.

Meus personagens preferidos são obviamente Jack (encantador, educado e direto) e Justine (forte, decidida e talentosa). É claro que todos os outros também me agradam, mas esses dois são sempre os que mais me surpreendem. E como nesse livro, também temos um pouco mais do que apenas investigação, podemos observar os dramas na vida dos dois, o que fez com que eu me sentisse ainda mais próximo de ambos, e tenho certeza que isso fará o mesmo com outros fãs (ou não) da série.

Por mais que este livro tivesse tudo para ser um livro cinco estrelas, algo me deixou um pouco irritado. Quando começamos a leitura (e se você já leu o outro livro da série) já sabemos quem realmente cometeu o assassinato, e eu continuei a leitura porque pensava que os autores fariam algo surpreendente e não deixaria tudo tão óbvio. Isso não aconteceu. A partir disso, o que realmente começa a valer a pena, é ver como as coisas vão sendo desmascaradas.

Como era de se esperar, eu adorei a capa do livro, a revisão está impecável e a diagramação é aquela característica da editora. Este é um livro que merece ser lido porque é bom, e os autores não deixam a peteca cair, até porque, temos outros casos interessantes acontecendo. Mas não espere muita coisa, 0 primeiro ainda é o meu favorito. O livro leva três estrelas. 








Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.