Eu Li – P.S. Eu Te Amo

sexta-feira, 8 de março de 2013
Gerry e Holly eram namorados de infância e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada.  Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca.

 Autora: Cecelia Ahern
 Título Original: P.S. Eu Te Amo 
 Série: -
 Editora: Novo Conceito 
 Páginas: 368 
 Skoob



Ele se inclinou na cadeira e olhou para dentro dos olhos dela._ Algumas pessoas procuram a vida toda e nunca encontram sua alma gêmea. Nunca. Voce e eu encontramos, mas ficamos com eles por um curto período.É triste, mas é a vida!Então, vá a esse baile, Holly, e aceite o fato de ter alguém a quem amou e que retribuiu esse amor. Holly chorou ao perceber que ele tinha razão. Precisava lembrar de Gerry e sentir-se feliz em relação ao amor que eles dividiram e o amor que ainda sentia; mas não chorar por ele, não desejar por muitos outros anos com ele, anos que nunca viriam. Ela pensou na frase que ele escrevera na ultima carta: “lembre-se de nossas lindas lembranças, mas, por favor, não tenha medo de criar outras”. Ela precisava afastar o fantasma de Gerry que a assombrava, mas manter a lembrança viva.Ainda havia vida para ela após a morte dele.   Capítulo 44; Página 311. 



O que fazer quando se perde o amor da sua vida? Difícil pensar, péssimo de imaginar, mas é exatamente isso que acontece a Holly, que a pouco mais de um mês perdeu o marido Gerry, sem que nada pudesse fazer pra impedir. Nesse um mês ela viveu do jeito que acredito que muita criança gostaria, banho não era prioridade, assim como arrumar a casa e suas coisas também não, comer era algo que fazia mais por hábito do que por vontade própria, isso quando o fazia. Os amigos e familiares mais próximos só sabiam algo a respeito dela, caso ligassem, ou fossem visitá-la (que é o único momento também em que a casa volta a ficar decente e a geladeira reabastecida).

Mas então eis que tudo muda, sua mãe em uma ligação para saber se a filha ainda estava viva, lhe diz que tem um envelope endereçado a Holly e que ela deveria buscá-lo. Dentro desse envelope, cartas do marido que ele chama de “A lista” e que vão servir para ajudar Holly nesses próximos meses sem ele do seu lado.

Essas cartas e a possibilidade de ter Gerry mais perto, ou mesmo sentir que ele não se foi são o ponto de partida para que Holly voltasse de fato a reagir e a cada mês quando abre uma nova carta, Gerry conduz Holly em um processo digamos de “reabilitação” ajudando ela a superar seus medos e descobrir novas qualidades e a criar uma nova vida onde ele não passaria de boas lembranças.

Triste? Talvez sim, mas que é uma historia fascinante e linda isso é!



Os amigos e familiares se aproximavam e se afastavam, ás vezes ajudavam-na enquanto ela chorava, as vezes a faziam rir. Mas mesmo em seu riso, faltava alguma coisa. Ela nunca parecia totalmente feliz; parecia apenas estar deixando o tempo passar enquanto esperava por outra coisa. Estava cansada de apenas existir; queria viver. Mas pra que viver se não existia vida na existência? Essas perguntas tomavam sua mente o tempo todo, ate ela chegar ao ponto de não querer despertar de seus sonhos – eles eram o mais próximo da realidade.  Capítulo 16; Pagina 100. 


A historia é narrada em terceira pessoa, mas o foco fica somente na Holly, não se tem muita visão de outros personagens, ou outros pontos da historia, mas é isso que torna a historia tão emocionante, você acompanhar todo o processo de superação e aceitação do luto da Holly, acredite, te faz chorar em muitos momentos. Uma das coisas que eu achei bem marcantes na Cecilia, foi justamente ela te dar toda essa visão do sofrimento e em muitos momentos fazer você se colocar no lugar da Holly e entender exatamente o que ela sente e o que ela quis dizer.

É uma narrativa tão tranquila, mas ao mesmo tempo tão densa e tão intrigante e te faz ficar tão preso a historia, que quando você menos espera já ta no final do livro, tudo flui muito rápido, mas não deixa de ser bem intenso.

Outro ponto super positivo da historia são os outros personagens. A Holly é a personagem principal e a historia esta toda voltada para ela, mas isso não faz com que os outros personagens fiquem apagados, pelo contrario, eles ajudam a montar muitas peças e são a parte cômica também, que te faz relaxar um pouco numa história que muitos poderiam interpretar como depressiva ( mas esta longe de ser ).

É difícil até de citar um personagem marcante no meio de tantos, mas alguém que me surpreendeu de uma maneira incrível na historia foi o irmão mais velho da Holly, Richard. Ele foi uma das mais belas surpresas que eu tive lendo, mas tem também o outro irmão, Declan, a irmã Ciara, as amigas Denise e Sharon, o Daniel... São tantos que só lendo para escolher quem você gostou mais, isso se conseguir definir.

Eu já tinha escutado falar muito desse livro e do filme e criei muita expectativa e fiquei com medo de me decepcionar, mas a verdade é que eu me apaixonei totalmente pela historia, pelos personagens, por tudo, é uma historia fascinante.

Outra coisa que eu não posso deixar de destacar é sobre o livro em si, a capa é linda, acho que combina bem com a história, tudo ficou bem harmonizado nela. A diagramação é simples, eu não encontrei nenhum erro de português ou concordância (e se tiver também passou despercebido pela empolgação com que eu lia  o livro) e o início de cada capitulo tem uns desenhos que eu achei muito fofo, bem delicadinhos, mas sem nome no capitulo.

No mais só tenho elogios, amei de verdade a historia, é um livro que eu recomendo para todos, é um dos primeiros que me vem à mente quando alguém pede uma indicação de um bom livro, uma boa historia e quem tiver a oportunidade, leia, vai se surpreender.
Minha classificação para ele é cinco estrelas!





5 comentários

  1. De PS: Eu te Amo eu só vi o filme, e foi aquela choradeira clássica. É tudo muito lindo, muito amor e tal, mas cara... DÓI. haha! Acho que tudo que é bonito dói, de certa maneira :P Só sei que sofri tanto assistindo que só vi uma vez, e nunca mais quis ver de novo. Do livro, então, resolvi não passar nem perto. Eu até curto um drama e tal, mas esse eu vou pular :P
    Beijão

    www.nossosromancesadolescentes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Larissa, acho que deveria dar uma chance ao livro, com toda certeza é muito melhor do que o filme e tem personagens muito marcantes e legais, além do que alguns pontos da trama são totalmente diferentes, Adoro a ciara e o Declan, gostei e me surpreendi com o desenvolvimento do Richard.
    As amigas dela são comicas naturalmente mas ainda sim vc percebe um laço de amizade verdadeira quando elas por pior que aconteça algo não saem do lado da Holly.
    Gostei muito do livro, amei a indicação da Fernanda.
    Como dito a diagramação é simples e confortável então vc consegue sem problema literalmente comer o livro se perceber, uma ótima escolha para qualquer um.

    ResponderExcluir
  3. Larissa, você deve dar uma chance ao livro. Ele possui uma série de situações e personagens cativantes inexistentes no filme..
    Meus personagens preferidos são sem duvida a Ciara e a Sharon, mas todos os personagens possuem uma interatividade importantissima com a Holly não tendo ninguém que não seja importante para a superação dela.
    É sem duvida um livro bonito e tenho certeza que vai fazer muita gente pensar em dar valor ao que merece realmente valor.
    Exelente recomendação da Fernanda, amei o livro e tenho certeza que não há como se arrepender dessa leitura, o enrredo é fechadinho, a diagramação é confortavel, o que permite que você coma as páginas sem nunca ficar cheio demais.
    Recomendo.

    ResponderExcluir
  4. Li este livro a algum tempo, é realmente bom e emocionante. Parabéns pela resenha ficou ótima :)

    ResponderExcluir
  5. Já terminei de ler o P.s. eu te amo e em seguida assisti o filme pra lembrar um pouco, e percebi que é completamente diferente, pois faltam personagens, contorce toda toda a historia do livro. achei os dois lindos, mais não tem nada de parecido um com o outro, a não ser o nome dos personagens. Bom, vou falar do livro agora, acheei lindo, ri, chorei, rii de novo e li mais rápido de que todos que eu ta tinha lido, sábado passado passei a noite inteira lendo ele. Ameei e recomendo pra quem queira ler, pois ele é muito bom !! :D

    ResponderExcluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.