Parceria #9

segunda-feira, 15 de outubro de 2012
Olá queridos! Depois de muito tempo sem novidades, hoje venho divulgar para vocês a nossa nova parceira, a Primavera Editorial.



A Editora foi criada em 2008, alinhada ao conceito de “butique de livros”, estimula no cidadão brasileiro o hábito da leitura com conteúdos prazerosos, inteligentes e instrutivos. Sua estratégia adotada é o investimento em novos autores nacionais e estrangeiros, especialmente os estreantes e com obras que não foram publicadas no Brasil.

Em 2009 ampliou a atuação no mercado editorial brasileiro com a criação do selo BIZ – destinada a publicação de livros que fomentem uma cultura corporativa positiva; e o selo EDU, uma alusão à palavra inglesa education, associada à educação continuada. Em 2010 foi criado o selo PSI, voltada à publicações técnicas focadas em psicologia, psicanálise e estudos associados.

Abaixo, deixo alguns dos livros já lançados pela editora. Tem muita coisa legal, espero que gostem.

 • A Cidade Perdida 

Em tempos remotos, um sábio criou sete misteriosas estrelas com propriedades surpreendentes. As peças brilhantes caíram nas mãos de uma mulher sem escrúpulos, o que gerou uma tragédia de enormes proporções e logo em seguida, levou ao desaparecimento das estrelas, sem que ficasse o menor rastro. Nos dias de hoje, Runy, um jovem espanhol, encontra uma das estrelas nas águas do Mediterrâneo. Por incrível que pareça, ele sonhou várias vezes com essa joia. A partir daí, envolve-se numa emocionante aventura que o conduzirá a uma época antiga, na qual poderá reviver uma vida passada repleta de fatos inusitados e conhecerá Dámeris, sua alma gêmea. Juntos, participam de um incrível projeto cujo desfecho é inimaginável. A história inacabada de antes deverá encontrar seu desfecho agora, no presente. Desvendar o mistério do passado pode afetar seu destino e o de toda a humanidade. Pedro Terrón nasceu em Valência, filho de pais de Extremadura, região do sudoeste da Espanha, e foi educado na Catalunha, nordeste do país. Mora, atualmente, em Madri. Formado em Marketing e publicitário, é um pesquisador por vocação. Apaixonado pela História e pelos grandes enigmas da humanidade, com seu primeiro romance descobriu um projeto pessoal: contribuir com um pequeno grão de areia para que este mundo seja tão extraordinário quanto sua cidade perdida: Kalixti. A fusão da ficção com a realidade propicia a vivência de todas as viagens inesquecíveis e incríveis criadas pelo autor. As experiências do autor e dos leitores poderão ser compartilhadas por meio de vários instrumentos criados

• As Duas faces Da Abóbora 


A morte de um mega empresário norte-americano do setor petroquímico e de sua esposa dá início à disputa de uma herança de US$ 30 bilhões pelos filhos do casal, o capitalista Robert e a humanista Kate. Durante o processo, Kate depara-se involuntariamente com um mistério que envolve o passado dos pais no Rio de Janeiro. Ela decide iniciar uma investigação por conta própria e viaja de Nova York para Cidade Maravilhosa, sem se dar conta de que tal segredo poderia alterar significativamente sua vida e a relação com o irmão Roberto. O autor Caco Porto, com habilidade notável, traz para a história temas atuais que tocam todos nós, como a globalização, a sociedade virtual, os interesses financeiros gerindo o destino das pessoas e aspectos positivos, com personagens que se preocupam com questões humanitárias O leitor, ao mesmo tempo em que é envolvido numa narrativa pulsante, é convidado a refletir sobre o poder de decisão que cada indivíduo tem no mundo de hoje.

• O Véu 


Araci Quintanilha, é a proprietária da Casa Quintanilha de Leilões, no Rio de Janeiro, que vive dias de expectativa com a aproximação do leilão onde uma misteriosa tela a óleo, chamada ‘O Véu’, será posta à venda. O quadro que foi condenado por várias lideranças muçulmanas em todo o mundo por retratar uma mulher seminua usando o véu islâmico, tem uma trajetória marcada pelo sucesso, pela polêmica, pela intriga e pela tragédia. Diversas pessoas morreram por sua causa - inclusive o próprio pintor, Lourenço Monte Mor, vitimado por um incêndio em sua casa, jamais esclarecido. Obscuros segredos do passado ligam o quadro ao assassinato, em 2005 na Arábia Saudita, de Abu al-Horiah, o líder da Azadi, uma organização extremista iraniana responsável por inúmeros atentados terroristas nas décadas de 1980 e 1990. Tudo levava a crer que a morte de Abu al-Horiah e de seu filho Arsalan, tido como seu sucessor, sepultara de vez a Azadi, mas, tempos mais tarde, começaram a circular rumores de que a organização estaria se rearticulando sob o comando de uma nova líder, conhecida como Umm al-Hakika. Os rumores sobre a ressurreição da Azadi coincidem com a chegada ao Brasil de Mohsen Khajepour, um conceituado intelectual iraniano radicado na Suíça, que acaba assassinado em circunstâncias misteriosas, às vésperas das eleições presidenciais iranianas de 2009. Durante anos acreditou-se que ‘O Véu’ tivesse sido destruído no incêndio que matou Lourenço Monte Mor, mas ele estivera, todo esse tempo, escondido no apartamento de Araci Quintanilha. Quando o seu leilão é anunciado e a opinião pública toma conhecimento de que a polêmica obra sobrevivera, Araci, subitamente, se vê arrastada para um redemoinho vertiginoso de acontecimentos perturbadores onde sua própria segurança é colocada em risco. Ameaçada por terroristas, ela é obrigada a fugir, sem perceber que uma conspiração de proporções gigantescas está em curso. E que o misterioso quadro, que guardara consigo durante anos, esconde um terrível e fantástico segredo, que poderá mudar tragicamente a geopolítica do mundo. Nesse thriller eletrizante e envolvente em que os bastidores do rico mercado de arte se mesclam às entranhas sórdidas da turbulenta política do Irã, os destinos de três mulheres se cruzam na busca pela verdade e pela liberdade.


Se querem saber mais sobre a editora, visitem o site. Vocês também podem segui-los no Twitter ou no Facebook.

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.