Eu Li - Qual Seu Número?

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011
Delilah Darling tem quase 30 anos e já se relacionou com 19 rapazes. Sua vida sentimental não tem sido exatamente brilhante, pois todo cara que conhece parece fugir do relacionamento. Quando lê uma matéria no jornal em que a média de homens para uma mulher de 30 anos é de 10,5, fica desesperada e assustada por estar muito acima dela. Além de tudo, o artigo no jornal terminava falando que, se a mulher tivesse o número acima dessa média, seria impossível a pessoa certa. Na tentativa de não aumentar seu número e perder de vez a chance de se casar, Delilah sai à procura de seus antigos namorados e tenta reconquistá-los. Será que um deles estará disposto a esquecer o passado e começar uma linda história de amor? Qual Seu Número? revela os segredos de cada mulher e prova que, quando se trata de assuntos do coração, números são apenas uma fração de tempo.


- Você é um psicopata! – eu digo, encarando Wade. – Ela é só um filhote, pelo amor de Deus!
- O que? Você está me chamando de psicopata?
- Sim! Você é um homem de 29 anos que brinca com fantoches!
- São mupp...
- Cala a boca!!! Não se atreva a me corrigir de novo, seu louco!
Wade respira fundo, se levanta e vai até a porta. – Melhor você ir embora Delilah – diz ele abrindo-a. Ele está se controlando para não explodir.
- É o que eu vou fazer – eu digo, colocando Eva na bolsa dela. Ela ainda está lambendo os beiços.
Capítulo 5; Página 158.

Delilah Darling tem 29 anos, é solteira e bem... é uma mulher fácil. Simples assim e ponto final. Ela mora sozinha em seu apartamento e trabalha em uma empresa chamada Elisabeth Sterling. Ops... sinto muito mais ela e sua melhor amiga Michelle são demitidas. Só que antes disso, lê uma matéria de um jornal que diz que a media de uma mulher é de 10,5 homens. Isso mesmo, mais o que teria demais nisso? Simples, ela já se relacionou com 19, quase o dobro.

Ela então se desespera, e após perder o emprego, dividir seu acerto com sua melhor amiga, ela simplesmente resolve ir atrás de todos eles, para tentar dar uma segunda chance a cada um, e assim o seu número não aumentar. Para isso, ela tem a ajuda do seu vizinho, bartender, ator, investigado e gatão, que rufem os tambores Colin palmas por favor 'som de palmas' Obrigado. Tudo poderia ser muito fácil não é? Mais a vida de Delilah não é assim, ela não é uma mulher normal, e garanto que você dará muitas gargalhadas com ela.

Enquanto espero que o Garoto retorne, penso em outras duas similaridades entre este lugar e uma daquelas danceterias em Manhattan. Além dos dois lugares estarem cheios de cadelas e garanhões, ambos estão equipados com um idiota. O da danceteria de Manhattan geralmente fica na porta; a desta pet shop fica atrás do balcão.
Capítulo 4; Página 108.

Esse é o primeiro livro que eu estou resenhando em parceria com a Novo Conceito. Quando fiquei sabendo que o livro iria ser lançado, ainda não éramos parceiros e quando eu recebi a confirmação eu gritei, esperneei e sai pulando pela minha casa. Eu iria ter a oportunidade de ler e resenhar um dos livros mais esperados por mim neste ano. Mesmo com toda a minha expectativa não, eu não me decepcionei, quer dizer ...

O enredo do livro é ótimo, a gente lê em um ritmo assustadoramente rápido e é bem difícil larga-lo, eu digo isso porque como estou em provas na faculdade eu tinha que estudar, e deixar ele de lado era tão, mais tão difícil ... Os personagens, bom, esses são notas 1000. Você com certeza vai encontrar por essas páginas, algum com características de alguém que você conhece, e vai rir muito, tanto deles como da Delilah, e já vou logo avisando, vai ser impossível não se apaixonar por Colin.

As descrições feitas pela autora dos lugares que a Delilah visita não deixam a desejar. A diagramação do livro é ótima, com páginas personalizadas e lindas e com notas nos rodapés que vieram muito a calhar. Eu me diverti bastante com as notas da própria autora. A Novo Conceito sempre com aquele cuidado com os livros. Palmas, pessoal, muitas palmas.

Mais nem tudo são flores, quem lê resenhas aqui devem estar se perguntando porque logo eu ainda não falei da capa. Simples, porque ELA foi a minha decepção. A Delilah do livro não tem nada a ver com a atriz da capa. Eu sei que usaram a capa inspirada no filme, mais olha, nem tanto de filmes, mais nas capas dos livros eu simplesmente gostaria de fidelidade. Fica a dica.

E por isso, apenas por isso e com uma dor no coração, porque, para minhas resenhas, eu vejo o livro como um todo, vou dar quatro estrelas com gostinho de cinco. Recomendado? Não obrigatório para aqueles que gostam de se divertir e dar boas gargalhadas.


Livro: Qual Seu Número?
Autora: Karyn Bosnack
Editora: Novo Conceito

4 comentários

  1. Oiee! Como vai? Adorei a resenha e sua empolgacão com a história. Taí um livro que estou cheia de vontade de ler e ver o filme também. Ainda não estou nos 30, mas tô solteira, vai que me identifico com a personagem hehehe
    E quanto a capa, é verdade o que vc falou... Hoje em dia eles tão com essa mania de ficar mudando as ótimas capas dos livros, pelas artes dos filmes. Triste...
    Sucesso viu! Bjos
    Lilo
    Redenção

    ResponderExcluir
  2. Oi Kold! <3

    Que bom que gostou do livro! Foi um dos últimos que li, então ele ainda está bem fresquinho na minha memória! Eu também gostei bastante! *-* O enredo do livro é realmente empolgante! O livro é consideravelmente grosso, mas isso não nos impede de ler, ler, ler, ler e terminá-lo num tapa! Ah, eu também o li na minha semana de provas! hahaha \o/ Nossa, ele caiu como uma luva! Eu estava totalmente exausta com faculdade, lendo coisas chatas e quando eu tinha um tempinho pra lê-lo era uma alegria! rs.
    Realmente a descrição da Delilah não tem nada a ver com a atriz que colocaram pra fazer o filme, trágico. Também tirei uma estrelinha do livro, mas devido ao final previsível. :| Super, totalmente previsível! Surpresa zero. Bóh -.-' Isso me incomoda.
    Você viu o filme, Kold? Eu vi semana passada! E olha, mudaram MUITA COISA! Pensa! É MUITA COISA mesmo! Nossa, fiquei chocada! Assista e me diga o que achou! Achei trágico! O que salva é o elenco, que eu adoro... Mas nossa... puff! Não gostei muito. :(

    Beijos Koldito! E como sempre, adorei a resenha!
    Amanda
    ^_^

    ResponderExcluir
  3. Qual o seu número? <3 é muito amor (e muito safadeza) hahaha
    Você quase n se jogou no Colin na resenha hein? AISIUAIUSUI ainda bem que eu n tenho uma "queda" mt grande por ele tsc tsc
    Eu te entendo no fato de ter que estudar mas n conseguir desgrudar do livro.
    Tipo, quando acontece isso, de fato eu n estudo/trabalho. Os livros sempre vencem kkkkkk
    E super concordo com vc sobre a capa!
    Depois que eu vi o filme descordei mais ainda da capa.
    Nada a ver misturar livro e filme, mt menos quando os atores n condizem com os personagens.
    Mas enfim, nada é perfeito hehehe
    bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oi Kold <3

    Nem vou mentir, li porcamente a resenha pq eu ainda vou ler o livro agora, lista tá teeeeeeeeeeensa

    Matheus

    ResponderExcluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.